(48) 3221-2726
imprensapadrepedro@gmail.com
Sala de Imprensa

Você está em: Início  Sala de Imprensa  Dia Do Vinho: SC é o destaque em degustações…

 Dia Do Vinho: SC é o destaque em degustações na Capital
Publicado em 15 de Junho de 2017

Mais de 100 pessoas participaram, em 13 e 14 de junho, de cinco oficinas de degustação de vinhos catarinenses, na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, dentro das comemorações do Dia do Vinho no Estado. As oficinas divulgam a VI Mostra do Vinho Catarinense, que acontece de 14 a 16 de julho, em Videira. O município também terá oficinas abertas ao público na semana que antecede a Mostra.

Foram duas turmas na terça-feira (13) e três na quarta-feira (14), coordenadas pela sommelier e juíza internacional de vinhos, Márcia Palei Maluf, com a participação dos enólogos Jucélio Kulmann de Medeiros e Antônio Zanelotto.

“É fundamental divulgar a cultura do vinho, e valorizar a produção catarinense de todo setor, desde os sucos até os espumantes. Aqui (nas oficinas) nós disponibilizamos conhecimento técnico para as pessoas degustarem um produto de qualidade, como o vinho catarinense”, explicou Márcia.

As oficinas de degustação integram a programação do Dia do Vinho desde a terceira edição da Mostra, em 2013. A cada ano o número de interessados aumenta, com uma lista de espera de mais de 300 pessoas. O público que participa é heterogêneo, de estudantes até profissionais vinculados ao turismo e à gastronomia. Em comum, a curiosidade sobre os detalhes que transformam o vinho numa bebida única, com história e vida próprias e que misturam-se à história da humanidade.

O estudante de Administração André Luiz dos Santos, de 20 anos, teve nas oficinas o primeiro contato aprofundado com o universo do vinho. “Já tomei vinho de Santa Catarina, mas é interessante conhecer de forma mais didática, aprendendo detalhes sobre cada bebida, a influência da temperatura e características das bebidas”, afirmou.

A degustação ainda incluiu a afinação de queijos da Associação dos Produtores de Queijo Artesanal Serrano, que congrega 18 municípios da Serra Catarinense. Fundada em 13 de junho de 2013, a entidade é formada por 68 famílias que produzem uma marca tradicional em todo Sul do País, e que agora está ganhando o mercado brasileiro.

Papel da agricultura familiar

Mais de 6 mil famílias integram a cadeia produtiva da uva e do vinho em Santa Catarina. Em sua maioria, pequenos produtores que cultivam vários tipos de uva. Para o deputado Padre Pedro Baldissera, a produção de vinhos no Estado tem a marca da agricultura familiar e camponesa, e esta é uma característica fundamental que a Mostra do Vinho carrega.

“Mais de 90% da produção de vinhos do Estado tem ligação com a agricultura familiar e camponesa, como acontece em toda região Meio Oeste e Oeste. Este vinho é o resultado do cuidado, do carinho, da qualificação do trabalho de milhares de homens e mulheres. É isso que estamos mostrando para as pessoas com as oficinas”, destacou Padre Pedro. O parlamentar apresentou o projeto que resultou na Dia do Vinho, e junto de representantes do setor, em 2011, iniciou a realização das Mostras de Vinho exclusivamente catarinense.

Deficientes visuais impressionam especialistas

Na manhã da quarta-feira (14), a oficina foi dirigida a 10 deficientes visuais, numa parceria com a Associação Catarinense para Integração do Cego (ACIC). Como aconteceu em 2016, o resultado impressionou os especialistas.

Numa das etapas da oficina, as pessoas são convidadas a experimentar uma taça de vinho branco em temperatura ambiente, e outra com o líquido refrigerado. O vinho é o mesmo, no entanto, quase todos os participantes acreditam que são bebidas diferentes. Já na oficina com os deficientes visuais, a avaliação não foi essa.

“É o mesmo vinho, eu tenho certeza”, disse a funcionária pública Leoni Artmann, 53 anos, que perdeu a visão na infância. Todos e todas na oficina de Leoni acertaram a resposta; era o mesmo vinho. “Tenho o costume de tomar uma taça de vinho todos os dias, gosto e sempre quis conhecer mais. Acho interessante a história e o sabor”, complementou.

Mas os resultados, segundo os coordenadores das oficinas, ultrapassam uma análise simples dos vinhos. Conforme a sommelier Márcia Maluf, que ministrou a oficina, a facilidade em apontar os aromas de cada vinho impressiona até profissionais da área. “Eles conseguem identificar inclusive os defeitos, até aqueles escondidos em um aroma mais intenso. É muito especial acompanhar a forma como desenvolveram sua memória olfativa”, declarou.

VI Mostra do Vinho Catarinense

A VI Mostra do Vinho Catarinense acontece entre os dias 14 e 16 de julho, em Videira. A programação em junho e julho inclui, além da VI Mostra, oficinas de degustação, atividades culturais, concursos gastronômicos e roteiros de enoturismo nas regiões produtoras de uva e vinho do Estado.

Neste ano, a VI Mostra do Vinho Catarinense terá sua primeira edição no interior do Estado, por isso a expectativa é ainda maior em relação ao evento, que congrega dezenas de vinícolas. Na semana anterior à Mostra, além das oficinas de degustação, Videira terá um Concurso de Molhos à base de uva e derivados, com jurados da área de gastronomia e enologia, e uma consultoria em vinhos voltada a profissionais de bares, restaurantes e hotéis.

A realização é das prefeituras de Videira, Pinheiro Preto e Tangará, com apoio da Assembleia Legislativa, através do mandato do deputado Padre Pedro, Governo do Estado, Provinho do Brasil, Sindivinho, Cresol e entidades ligadas à vitivinicultura.




Deputado Estadual Padre Pedro Baldissera - Política a Serviço da Vida. © 2017. Todos os direitos reservados.

Acessar Webmail